EndoPelvic - Centro Multidisciplinar de Endometriose
Acesso restrito Acesso Restrito

Como o tratamento hormonal age no combate à endometriose?

A endometriose é uma doença marcada pelo aparecimento de células do endométrio (tecido encontrado no lado de dentro do útero) em outros órgãos, como na bexiga, nos ovários e no abdômen. Segundo o Ministério da Saúde, o problema pode causar cólicas, sangramento e dor nas relações sexuais. Uma das formas de combater a endometriose é fazer o tratamento hormonal.

Tratamento hormonal ajuda a controlar sintomas da endometriose

“O tratamento hormonal age impedindo a evolução da endometriose”, explica o ginecologista e obstetra Alexandre Brandão Sé. O médico e a paciente poderão optar por anticoncepcionais orais, implantes subcutâneos ou DIU de progesterona, por exemplo. A escolha deverá ser feita a partir da avaliação da paciente.

No entanto, segundo o especialista, o tratamento hormonal nem sempre é eficaz na luta contra a endometriose: “Algumas mulheres têm remissão completa dos sintomas, outras melhoram, mas com momentos de piora. Em alguns casos, somente a dor na relação sexual permanece, enquanto outras pacientes não têm melhora significativa”.

A duração do tratamento hormonal irá variar de acordo com a resposta do organismo, levando em consideração a adesão às medidas propostas e se houve piora ou remissão dos sintomas, por exemplo. Vale lembrar que, se a paciente desejar engravidar, o médico deverá ser comunicado para, então, interromper o uso dos hormônios.

Conheça outras formas de tratamento da doença

De acordo com Dr. Brandão Sé, outras abordagens também são importantes para os casos de endometriose, como mudanças na alimentação, sessões de fisioterapia e acompanhamento psicológico. Quando o uso de hormônios não é suficiente, é possível recorrer ao tratamento cirúrgico, principalmente à técnica de videolaparoscopia.

Dados do Ministério da Saúde: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/250_endometriose.html