EndoPelvic - Centro Multidisciplinar de Endometriose
Acesso restrito Acesso Restrito

Dor e cólicas menstruais causadas pela endometriose

A intensidade da dor e cólicas que a mulher sente causada pela endometriose depende em parte de onde ela está e a quantidade de implantes de endométrio existentes. Um foco de endometriose pode permanecer com tamanho pequeno e relativamente inativo por vários anos. Entretanto, mesmo um pequeno implante ativo pode causar dor incapacitante se ele irritar uma terminação nervosa vizinha. Os implantes são formados por tecido semelhante ao que recobre a cavidade uterina (endométrio) fora de seu local habitual.

Adicionalmente a endometriose provoca mais dor quando os implantes provocam uma reação inflamatória. O tecido ao redor do implante pode romper-se e sangrar. A reação natural do organismo é a de tentar cobrir estas áreas com tecido cicatricial (também chamado de aderências). Freqüentemente os implantes ativos e sangrantres ficam presos embaixo das aderências causando sensação de dor e pressão.

A dor e as cólicas da endometriose

Órgãos como os ovários, importantes para a fertilidade, podem sofrer hemorragias dentro de sua própria estrutura. A degeneração do sangue retido por suas paredes pode criar uma massa cística chamada endometrioma. Estes cistos podem atingir o tamanho de uma bola de tênis e causar muita dor pélvica.

A invasão do endométrio de órgãos vizinhos como os intestinos, a bexiga e os ureteres pode acontecer. O comprometimento de vários órgãos ao mesmo tempo, que deveriam estar livres na pelve deslizando uns sobre outros, pode causar aderências severas entre eles, causando um quadro frequentemente chamado de "pelve congelada". A consequência é que a movimentação natural destes órgãos, como a que ocorre nos ovários durante a ovulação, ou nos intestinos, pela progressão de gases e fezes, e, portanto, movimentos fisiológicos, tornam-se extremamente dolorosos.

Marta Smith

Ref: http://www.diariofeminino.com/saude/ginecologia/materias/causas-dor-colicas-menstruais-endometriose-mulher/