EndoPelvic - Centro Multidisciplinar de Endometriose
Acesso restrito Acesso Restrito

Endometriose pode virar câncer?

Após obter um diagnóstico de endometriose, é comum que as mulheres tenham muitas dúvidas e busquem se cercar de informações precisas para cuidar de sua saúde.

A condição é delicada e exige atenção e cuidados. Cada boa iniciativa que a paciente tomar em relação à sua alimentação, estilo de vida e prática de exercícios, entre outros, pode pesar positivamente para a melhora da sua saúde.

Entre tantas perguntas e mudanças a fazer, preocupações com quadros mais sérios podem surgir. Também é comum que, neste momento de atenção com a saúde, a ansiedade e até certo nervosismo levem a mulher a considerar panoramas que não condizem com a realidade.

Pergunta muito recorrente em consultórios e clínicas é se a endometriose pode ser tornar um câncer de endométrio ou até mesmo de ovário.

Vamos por partes. Inicialmente, as duas doenças se desenvolvem de forma muito semelhante, isso é verdade. A proliferação das lesões ocorre tanto na endometriose como no câncer. Porém, não existe evidência de que a endometriose pode virar um câncer.

Como se caracteriza cada uma?

  • A endometriose é caracterizada pela presença do tecido que reveste o interior do útero, chamado endométrio, fora da cavidade uterina – em trompas, intestino e ovários, por exemplo;
  • O câncer pode, sim, acometer o endométrio – o que não quer dizer que, para ele surgir, é preciso ter endometriose. Mulheres sem endometriose podem ter câncer do endométrio, e a grande maioria é assim.

A confusão maior surge porque, na endometriose, as células se multiplicam para fora do útero, e isso também ocorre no surgimento do câncer.

Mulheres com endometriose têm maior risco de câncer?

Apesar de não haver uma relação clara entre a presença da endometriose e a gênese de câncer, alguns estudos sugerem que mulheres com endometriose tem maior risco de alguns subtipos de câncer de ovário, como o endometrioide e de células claras.

As principais explicações se baseiam na inflamação causada pela endometriose, além da resposta imune alterada, que pode favorecer o surgimento do câncer. Mas vale lembrar que todo câncer se origina de uma célula que se modificou e cresceu desordenadamente. E, por isso, a endometriose não causa câncer.

Portanto, antes de tomar qualquer informação como verdade ou se desesperar com uma hipótese não comprovada cientificamente, acalme-se e organize-se.

A principal ferramenta para se recuperar de uma condição é a boa informação, e ela pode ser obtida apenas em fontes confiáveis.

E o melhor profissional para confirmar seus achados é o médico de sua confiança. Procure uma clínica ou hospital de credibilidade, leve suas dúvidas e obtenha respostas garantidas. Não se desanime com desinformações: elas podem tirar a boa energia de que você precisa para se tratar e se recuperar.

Fonte: http://www.vidabemvinda.com.br/blog/endometriose-pode-virar-cancer/