EndoPelvic - Centro Multidisciplinar de Endometriose
Acesso restrito Acesso Restrito

Palestra na Câmara conscientiza sobre endometriose

Por Tribuna de Minas - 07/03/2019

Para marcar o Dia Municipal de Informação e Conscientização sobre a Endometriose, a Câmara Municipal realiza, nesta segunda-feira, palestra para discutir a doença. A endometriose é responsável por alto índice de infertilidade nas mulheres e por graves problemas em órgãos como bexiga e intestino. O evento será ministrado pelo ginecologista e membro da Sociedade Brasileira de Endometriose Luciano Furtado, às 10h, no plenário da Câmara.

Segundo o especialista, a endometriose é uma doença crônica que atinge de 10% a 15% das mulheres em idade fértil. “Os principais sintomas são dor menstrual, que começa de leve e piora à medida que progride a idade, além de dor durante a relação sexual e infertilidade. Em estado avançado, a pessoa pode perder útero, ovários e parte da bexiga e intestino”, explica.

Apesar de não ter cura, a doença tem tratamento, que depende do estágio do diagnóstico. “Quanto mais cedo a doença for diagnosticada, mais fácil de tratar. Os tratamentos clínicos, menos agressivos, vão induzir a não-menstruação, podendo ser através de anticoncepcional e uso de DIU, entre outros, além de dieta e exercício físico”. Em caso de aparecimento dos sintomas, o médico recomenda que a paciente procure imediatamente um ginecologista.

A iniciativa é organizada pelo vereador Antônio Aguiar (MDB), a partir de lei municipal criada em 2018, que dedica o dia 1º de março à conscientização sobre a doença. A participação na palestra é gratuita e o evento também será transmitido ao vivo pela TV Câmara.